segunda-feira, 15 de novembro de 2010

PEELING - TRATAMENTO DE HIPERCROMIAS (MANCHAS)





As manchas escuras da pele, ou hipercromias, são alterações na coloração normal da pele pelo excesso da produção de melanina.
Existem vários tipos de hipercromias, conheça algumas:
Melasmas ou cloasmas - São lesões escuras na face, ou hipermelanose adquirida, especialmente na face, nas regiões malares, testa, nariz e acima de lábio superior. Acomete indivíduos de todas as raças e ambos os sexos, sendo mais comuns em mulheres, principalmente gestantes, pacientes e
m uso de anticoncepcionais ou distúrbios da produção de hormônios femininos. Têm relação com exposição solar e predisposição genética. As lesões se desenvolvem lentamente como manchas acastanhadas, de bordas irregulares e se acentuam com a exposição solar.
Efélides ou sardas - São manchas irregulares geralmente hereditárias e se
acentuam com a exposição solar. Manifestam-se como lesões pequenas e escuras (1-2mm de
diâmetro), aparecem nas áreas mais expostas ao sol e mais comuns em pessoas de pele clara. Pod
em aparecer já na infância após exposição solar.
Melanose Solar ou manchas senis - Aparecem em pacientes acima dos 40 anos e em áreas expostas ao sol, aumentam em número e dimensão com o envelhecimento. São lesões pigmentadas na superfície da pele, geralmente menores de 1 cm de diâmetro.
Fitofotomelanoses - Contato da pele com substancias cítricas seguido da exposição solar, é um tipo de hipercromia pós-inflamatória costumam ocorrer por aumento de melanina por traumas repetidos na pele, após dermatite de contato; como seqüela de acne; (após procedimentos como peelings e laser de CO2). Alguns fatores podem favorecer o desenvolvimento da hipercromia relacionada a procedimentos como peelings: o fato do paciente estar bronzeado na ocasião do procedimento, uso de anticoncepcionais, uso de medicamentos fotossensi
bilizantes, falha no preparo da pele antes do procedimento e cor da pele. Peles mais escuras têm mais chance de manchar.
O Tratamento
O tratamento das lesões escuras de pele deve começar pela localização das lesóes, através de uma boa avaliação facial. Manchas mais superficiais ou epidérmicas são mais fáceis de serem removidas e manchas mistas (dermo-epidérmicas) e dérmicas são mais difíceis de serem clareadas.
O importante é definir a localização e então iniciar o tratamento. Ainda mais importante é seguir as orientações, não somente sobre o uso de protetor solar durante o tratamento, mas também a mudança dos hábitos sobre o uso contínuo de fotoproteção.
Podemos e devemos começar o tratamento com o uso domiciliar de cosméticos, com a devida orientação de uma profissional de estética, mas a determinação da profundidade nos dirá se este procedimento isolado será suficiente.
Além do uso de substâncias despigmentantes, anti- radicais livres e que promovam a renovação celular nos cremes de uso domiciliar, podemos realizar peelings, com aqui o objetivo principal de descamar a superfície da pele. Os peelings podem ser combinados, superficiais, médios e profundos. Ou ainda mecânicos com o uso de micro-dermoabrasor.
O ideal para um bom resultado é em média de 5 a 10 sessões sendo uma por semana, tudo vai depender do tipo de hipercromia e de seguir corretamente as orientações da esteticista.

Para marcar uma avaliação ligue (11)4634-3831

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Meu encontro com o Dr. Rey no 5º Congresso Científico Latino-Americano de Estética


Durante o evento que participei, tive a oportunidade de assistir a uma palestra do Dr. Rey (Dr. Hollywood) que entre outros assuntos, ressaltou sobre a importância das profissionais esteticistas nas intervenções cirúrgicas. Segundo ele revelou a cirurgia deve ser sempre a última opção. “Só devemos operar em último caso. Antes é preciso tratar com cremes, massagens e protocolos estéticos. É preciso atuar prioritariamente na prevenção”.

Dr. Rey abre o 5º Congresso Científico Latino-Americano de Estética




Começou de forma empolgante o 5º Congresso Científico Latino-Americano de Estética na Beauty Fair 2010. Após o cerimonial de abertura com a presença dos profissionais que forma o comitê científico do evento, as participantes tiveram uma apresentação com o cirurgião plástico Dr. Robert Rey, conhecido popularmente como Dr. Hollywood.
Num bate-papo comandado pela coordenadora do Congresso, Ana Claudia Petkevicius, o médico falou da posição de destaque que vem tomando o Brasil e de seu orgulho em ser brasileiro. “O Brasil lidera quando o assunto é beleza. O mundo todo olha para cá. As mulheres brasileiras são as mais bonitas e não há como ler um livro da área sem encontrar referências bibliográficas de profissionais daqui”, comentou.


Entre outros assuntos, Dr. Rey falou sobre a importância da profissional esteticista nas intervenções cirúrgicas. “A chefe da minha clínica é uma esteticista. Eu faço apenas 20% do trabalho. Sou eu que peço opiniões para ela e não o contrário”, revelou. Para ele, a cirurgia deve ser sempre a última opção. “Só devemos operar em último caso. Antes é preciso tratar com cremes, massagens e protocolos estéticos. É preciso atuar prioritariamente na prevenção”.
O médico falou ainda sobre seus próprios segredos de beleza. “Tenho uma alimentação muito regrada. Como a cada três horas. Sinto vontade de comer bolo de chocolate; todo mundo é um pouco desleal à sua dieta de vez em quando. Mas, quando escorrego, faço jejum no dia seguinte”, contou ao revelar sua idade, 50 anos.

Por fim, o cirurgião deixou uma mensagem às esteticistas, recomendando que elas tenham muito carinho com suas clientes. “Não podemos ver o dinheiro em primeiro lugar. Antes de mais nada, tenho amor pelas minhas pacientes. O nosso toque tem o poder da cura. Tenho uma relação muito próxima com elas. Vou às festas e às convido para freqüentarem minha casa. Este é o segredo do meu sucesso”, afirmou reforçando suas características típicas de brasileiro.
Por Marília Cardoso

sexta-feira, 16 de julho de 2010



Cirurgiões e esteticistas juntos para
um pós-operatório menos traumático


A parceria entre cirurgiões e esteticistas só cresce, para alegria e bem estar das pacientes que passam por procedimentos como a intervenção cirúrgica. Pelos resultados de um pós-operatório em que as queixas e desconfortos são diminuídos com a ajuda do profissional de estética, é quase impossível planejar uma cirurgia sem essa junção. “Devido aos resultados esperados ou até mesmo sonhados de uma cirurgia plástica, observa-se a importância desse profissional nos benefícios da reabilitação em pacientes submetidos a um procedimento cirúrgico”, afirma o Dr. Mauro André Arguello, cirurgião da atriz Grazielli Massafera, da Miss Brasil 2009 e da Miss Paraná 2010, que participará de um talk show no 5º Congresso de Estética da Beauty Fair.
E caso a paciente já tenha sua esteticista particular, o médico não vê problemas, desde que os conhecimentos profissionais da mesma sejam adequados a situação. “É preciso discutir sobre as condutas a serem tomadas e criar um relacionamento mais próximo entre ambos em beneficio do paciente e do resultado a ser alcançado”, afirma o cirurgião. Por isso a importância da esteticista estar sempre bem informada e atualizada sobre as novidades da área, já que sua presença é indiscutivelmente benéfica e mostra resultados cada vez mais satisfatórios ao bem estar da paciente.
O planejamento dos procedimentos estéticos usados após a cirurgia é variável e depende de inúmeros fatores, principalmente do tipo de cirurgia realizada, o que torna o diálogo entre a profissional esteticista e o cirurgião muito importante. O mais indicado e indispensável é a drenagem linfática, que diminui o inchaço, o edema e alivia a dor existente.
5º Congresso Científico Latino-Americano de Estética, Saúde e Bem Estar
De 28 a 31 de agosto de 2010
Expo Center Norte – São Paulo/SP

sexta-feira, 9 de julho de 2010

ONGs promovem abaixo assinado em prol dos animais

A primeira delegacia de proteção animal do estado de São Paulo surgiu em Campinas e agora é a vez da capital ter uma unidade policial especializada em fazer cumprir as leis existentes em favor dos animais. A iniciativa é do Clube dos Vira-latas e já conta com o apoio do deputado Celso Giglio que encaminhou um pedido oficial ao Governador. Até o dia 30/julho de 2010 a ONG espera registrar 50 mil assinaturas e entregar em mãos ao governador do estado de São Paulo em exercício Alberto Goldman, que está substituindo José Serra por conta da candidatura do mesmo à presidência da república. Acesse e assine: www.cao.com.br

sábado, 3 de abril de 2010

Os benefícios do chocolate!


Não seria coerente da minha parte, como esteticista, recomendar algo que não fosse bom pra vocês!

Mas nessa época é difícil fugir aos costumes. Por isso, com essa dica você pode adocicar seu dia sem prejudicar sua saúde.

Então, aquí vai minha justificativa:

Estudos recentes têm mostrado que o chocolate escuro, em especial o amargo, oferece potentes benefícios para a saúde. O chocolate escuro é rico em flavonóides epicatequina e ácido gálico, que são antioxidantes que ajudam a proteger os vasos sanguíneos, prevenir câncer e promover a saúde do coração.
Uma pesquisa realizada pela universidade de Toronto, no Canadá, mostrou que consumir uma determinada quantidade de chocolate amargo por semana diminui os riscos de ter um AVC (acidente vascular cerebral). A pesquisa, que envolveu diversos estudos em conjunto, será apresentada no mês de abril em um encontro internacional.

O chocolate possui benefícios, como por exemplo:

Chocolate previne o envelhecimento
O cacau tem poder antioxidante, que combate os efeitos da idade e alguns cientistas garantem que também podem ajudar a prevenir o câncer.
Chocolate faz bem ao coração
O coração é beneficiado pela teobromina presente no chocolate, que por ser uma substância estimulante, age não apenas no sistema nervoso central, mas também sobre o sistema muscular, favorecendo assim o funcionamento do coração.
Chocolate agiliza o raciocínio
O chocolate é realmente considerado um bom alimento para o cérebro. Contêm teobromina e tiramina, duas substâncias que estimulam os neurônios.
Chocolate auxilia no humor
O chocolate estimula a produção de feniletilamina, substância que age liberando a serotonina no cérebro. A serotonina atua numa área relacionada com as emoções – promovendo bem-estar e aliviando a tensão.

Mas o recomendado é o consumo de no máximo 50 gramas por dia!
Então aproveite para começar dessa maneira saborosa a cuidar da sua saúde!

Beijos: Denise G. Dias

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Tratamento de Microvarizes sem cirurgia, sem agulhas, sem dor e sem contra indicação.



Tratamento Ortomolecular para Microvarizes




A terapia Ortomolecular tem como objetivo manter o equilíbrio das moléculas que fazem parte do nosso organismo.

Quando as moléculas de nosso organismo estão em equilíbrio estamos bem de saúde mas, quando este equilíbrio é quebrado, determinando uma desorganização molecular, adquirimos doenças.

A tarepia ortomolecular tem atingido alta expressividade nos centros universitários nos últimos anos, motivando estudos científicos que determinam a importância dos conceitos ortomoleculares, assim como a correlação entre a produção de radicais livres, agindo como causa ou conseqüência com as doenças degenertivas ou crônicas.



O que são varizes:



Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem sob a superfície cutânea. Dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou de grande calibre.A palavra variz se origina do latim: VARIX que sigifica SERPENTE.As veias mais acometidas pela doença varicosa são as dos membros inferiores: nos pés, pernas e coxas.Algumas pessoas apresentam minúsculas ramificações, de coloração avermelhada. Estes casos costumam ser assintomáticos e provocam apenas desconforto estético em seus portadores. Esses pequenos vasos são de localização intradérmica.


Nem todo mundo tem varizes. Calcula-se que 18% da população adulta tem varizes. Só no Brasil estima-se que mais de vinte milhões de pessoas carregam esta doença. E, dessas pessoas, as maiores vítimas são as mulheres por causa dos hormònios femininos – principalmente a progesterona que favorece a dilatação das veias. Agora, o principal fator de risco para se ter varizes é a presença desta doença na família: a hereditariedade. Veja agora outros fatores que contribuem para faforecer o aparecimento das varizes ou agravar as varizes de quem já as tem:

Idade – costumam aparecer a partir de 30 anos de idade e podem ir piorando com o passar os anos. É pouco freqüente antes dos 30 anos. Entretanto, as microvarizes ou “aranhas vasculares”, também chamadas de “vasos”, podem aparecer em pessoas bem mais jovens.

Sexo – as mulheres são mais propensas do que os homens;fatores hormonais da gestação, menstruação e menopausa parecem ter relação com a maior facilidade de dilatação das veias;alguns pesquisadores relatam que as terapias de reposição hormonal e anticoncepcionais aumentam o risco de varizes.

História Familiar – se há uma incidência de varizes na família, a sua chance de ter a doença será maior.

Obesidade – o sobrepeso aumenta a pressão sobre as veias e dificulta o retorno venoso.• Traumatismo nas pernas

Temperatura – exposição ao calor por tempo prolongado pode provocar dilatação das veias. Não é à toa que a incidência de varizes é um pouco menor nos países mais frios. Portanto, cuidado com a exposição excessiva ao calor do sol, das saunas, dos fornos, etc.

Tabagismo – pesquisas revelam que a parede das veias também sofre as agressões das substâncias contidas nos cigarros

Gravidez – Durante a gravidez a quantidade de sangue circulante aumenta e, portanto, aumenta o trabalho das veias. Aumenta também a quantidade de progesterona, aquele hormônio que dilata as veias. Outro fato que acontece na gestação: o útero vai aumentando de tamanho e vai comprimindo as veias do abdômen e da região pélvica da mulher, colocando assim um obstáculo para a subida do sangue das pernas para o coração. As “varizes” que aparecem durante a primeira gravidez frquentemente desaparecem após o parto. Já aquelas que surgem a partir da segunda gestação costumam permanecer após o nascimento do bebê.

Sedentarismo – o movimento das pernas é muito importante para “bombear” o sangue das veias. Portanto, ficar muito tempo sentado ou em pé parado é muito ruim para o trabalho das veias. Os exercícios e o combate ao sedentarismo são muito importantes para a circulação corporal. Portanto, muito cuidado com os trabalhos em que somos obrigados a ficar parados muito tempo.

Pílulas anticoncepcionais e reposição hormonal – mais uma vez encontramos o problema dos hormônios atrapalhando as veias da perna. Alguns pesquisadores já responsabilizam os hormônios anticoncepcionais pelo aparecimento de varizes em mulheres jovens. O Fórum da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (www.sbacv-nac.org.br) adverte inclusive para os cuidados que devem ser tomados com os remédios usados para a terapêutica de reposição hormonal (http://www.climaterio.org/).



O Tratamento


Baseando-se na terapia ortamolecular, na ionização e na mineralogia em sua composição, melhora a circulação sanguínea e a elasticidade das veias que retornam ao seu tamanho normal, fazendo com que o coração consiga trabalhar o fluxo sanguíneo sem esforço.

Como consequência o inchaço e o peso das pernas diminui, o sangue passa a fluir normalmente sem ser visto através da pele, tornando-o assim, um tratamento de grande benefício para a saúde e estética das pernas.

A quantidade de sessões varia de pessoa para pessoa, mas o resultado costuma ser permanente. Como prevenção ao retorno do problema é recomendado que se faça uma manuntenção pelo menos anual de algumas sessões.

Desconto de 10% a vista ou em até 18X no cartão


Promoção de Páscoa: R$45,00 a sessão para tratamentos personalizados fechados até 31/07/2012


Ligue e agende sua avaliação (11)4634-3831



Depilação: Mais que estética uma questão de higiêne!


É muito fácil encontrar quem nos faça a depilação, principalmente aquela à base de cera, pois os salões de beleza geralmente oferecem esse tipo de serviço. Mas tome o cuidado de certificar-se de que a cera é descartável, afinal, quem arrisca ter a cera usada para fazer a virilha ou ânus de alguém no seu buço.O hábito de se depilar faz com que sua pele esteja sempre macia e hidratada, proporcionando uma agradável sensação de bem estar e limpeza. Pelos em excesso, além de antiestético, estimulam a transpiração.

Cêra Quente: Entre os métodos mais usados para arrancar os pêlos, a cera quente pode ser colocada no topo do ranking. Ela desbancou a cera fria, por ser um procedimento menos dolorido: a temperatura elevada do produto garante a abertura dos poros, facilitando a retirada dos pêlos.

Cera de mel:É indicada para regiões sensíveis como buço, axilas e virilha, além das outras partes do corpo. Como não exige muita fricção, é recomendada também para mulheres com problemas de circulação sangüínea. Ela só não funciona bem para mulheres que se depilam com lâmina há certo tempo e tendem a ter pêlos mais grossos. Nesses casos, a cera roll on funciona melhor. E só exponha as áreas depiladas ao sol 24 horas depois da depilação.

Ceras calmantes: Para peles mais sensíveis, as ceras de origem vegetal entram em ação. À base de algas, camomila, hortelã, e até mesmo de laranja, elas são excelentes para peles delicadas, graças aos ingredientes de propriedade calmante antiirritação. A maioria opta pela cera de hortelã ou de laranja para depilar o buço e a sobrancelha.

Cera egípcia: O que muda é a consistência do ingrediente principal, o mel. Com a textura um pouco mais resistente, a cera egípcia dispensa o uso da fita TNT. O procedimento precisa ser feito por um profissional, pois são arrancados muitos pêlos de uma vez só: é preciso muita experiência para identificar não só a hora de puxar (seca demais, a cera não extrai a raiz dos pêlos). A direção em que a mistura deve ser espalhada e retirada também merece cuidados redobrados, evitando os terríveis encravamentos.

Roll on: A garantia de higiene é uma das vantagens do método roll on, composto por um aparelho que desliza sobre a pele e papéis descartáveis. No entanto, o procedimento é considerado bastante agressivo. Geralmente, o roll on é indicado para as pernas, excluindo as partes internas que também são bem sensíveis. É o método mais usado para quem tem pêlos fortes e grossos.

Cera fria: Atualmente é o método menos utilizado, pois é um dos métodos que mais agride a pele. Na maioria das vezes, a cera fria é utilizada em casa. A mistura é comprada pronta, passada em papel celofane, aquecida com as mãos e espalhada pelas áreas com pêlos. Para acabar com eles, basta puxar o papel. A dor, porém, não é tão sutil.

Lâmina: Método indicado para situações de emergência, já que os pêlos voltam a crescer em dois ou três dias. É também o maior causador de pêlos encravados, foliculite (inflamação ou infecção do poro por onde o pêlo sai, chamado de folículo piloso) e manchas em áreas como virilha e axilas.

Depilação a laser: Para quem quer se livrar "para sempre" do incômodo de arrancar os pêlos, a alternativa é a depilação a laser. A técnica mais recente é feita com o aparelho Laser Light Sheer, eficaz também para pessoas com pêlos claros e de pele morena ou negra. O laser à luz pulsada não funciona nesses casos.Quem deseja recorrer ao laser, basta abandonar qualquer tipo de depilação com cera um mês antes e, no caso das lâminas, três a cinco dias. É preciso deixar os pêlos crescerem, para verificar em que direção isso acontece. Na prática, os pêlos são raspados e a pele higienizada. A seguir, a esteticista aplica gelo e anestésico nos locais que vão ser depilados. Mas é provável que seja necessária uma nova aplicação depois de alum tempo, que varia de pessoa para pessoa, pois as raízes acabam se regenerando e os pelos embora mais fracos voltam.

Dicas para um a depilação tranqüila :

Sempre dê um intervalo de 24 horas entre a depilação, banho de sol e ou bronzeamento artificial.
Sempre use compressas de chá de camomila (fria) para acalmar a pele eventualmente irritada.
Nunca use roupas muito apertadas sobre a área recém depilada, porque a pele está sensível.
Nunca nade logo depois de se depilar, pois a água pode conter bactérias que tem mais facilidade de penetrar com os poros ainda abertos.
Nunca depile áreas que estejam "descascando" por causa de banho de sol, pois a pele pode sair junto com os pêlos.
Nunca depile áreas onde haja cortes ou ferimentos, porque você pode se machucar mais ainda ou provocar inflamações.Nada como estar com a depilação das pernas em dia, principalmente nas estações mais quentes, quando usamos mais saias, vestidos, bermudas, etc.
Escolha a sua e liberte-se dos pelos indesejáveis!